sábado, 25 de março de 2017

Terceirização à moda da 'casa....grande': bárbara e estupradora de direitos e dignidades!

Um dossiê da Central Única dos Trabalhadores (CUT), preparado por técnicos do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), revela o cenário tormentoso das terceirizações no Brasil. Com dados de 2013, o estudo mostra que os terceirizados recebem salários 24,7% menores que aqueles dos efetivos, permanecem no emprego pela metade do tempo, além de ter jornadas maiores. Presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho, Ângelo Fabiano Farias da Costa alerta ainda para o maior risco de acidentes laborais e calotes trabalhistas. Embora os defensores da terceirização sustentem que a medida possa reduzir custos para empresas sem afetar os direitos dos empregados, a matemática do patronato não parece fazer sentido. “Se eu pago determinado valor ao funcionário e coloco um intermediário nessa relação, não tem como ficar mais barato sem perdas para o trabalhador. A empresa prestadora de serviço evidentemente visa o lucro. O trabalhador só custará menos com arrocho salarial e supressão de direitos”, diz Costa.  O procurador observa, ainda, que a terceirização é uma opção ruim para a economia nacional. “Ao reduzir a renda dos trabalhadores, você retira poder de compra das famílias, prejudica o mercado doméstico. Pode até comprometer a arrecadação do Estado”. (Carta Capital)

Delfim Neto ' Lula um gênio....Moro um censor'!

Em entrevista exclusiva à TV 247, o ministro mais forte do regime militar e um dos mais influentes conselheiros dos governos Lula e Dilma, além de interlocutor frequente do governo atual, Delfim Netto disse que a crise da carne vai acabar quando o Brasil der um desconto aos importadores; “Eles vão continuar comprando. É uma questão de preço”; Delfim conta por que Dilma caiu e por que se afastou dela: “A Dilma fez em 2011 um excelente governo. No começo de 2012 teve uma mudança na sua forma de pensar e começou a cometer erros dramáticos”; Não economiza elogios a Lula: “O Lula é um gênio! O Lula é um diamante bruto! É ilusão pensar que o Lula é um falecido”; para ele, Moro deu um “tiro mortal” na nomeação de Lula na Casa Civil, “que teria mudado a história do Brasil”; e agiu como censor no caso do blogueiro Eduardo Guimarães: “É evidente que ele exerceu censura. Você ser obrigado a dizer qual é a sua fonte”

FHC a respeito do dono da Folha de SP ' um filhinho de papai....arrogante'

No novo volume de "Diários da Presidência", que trás relatos de seus diários durante sua gestão, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso faz críticas ao diretor de redação da Folha de S.Paulo, Otávio Frias Filho, e critica seu "niilismo arrogante" e do jornal; "Esse rapaz, filho de papai rico, que nunca experimentou as agruras do trabalho, com as incertezas do que vai ser o dia seguinte, é a expressão desse niilismo arrogante"

Moro irritou ministros do STF. E daí?

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães, determinada pelo juiz Sergio Moro, deixou ministros do STF incomodados; um dos mais antigos da corte se disse chocado com o argumento do juiz de que ele não era jornalista; quem seria ele, perguntou o ministro, para dizer quem é ou não jornalista?

IV Domingo de Quaresma (Jo. 9,1-41) ‘Abra os seus olhos e não se deixe manipular por aqueles que usam o nome de Deus para te manter escravo!’

Abrir os olhos a alguém nem sempre é considerado uma ação boa. Há muitos que preferem manter muitas pessoas com os olhos tapados. Ao abri-los poderiam enxergar algo perigoso. Poderiam enxergar que existem, por exemplo, manipulações praticadas por instituições que se apresentam como justas e imparciais. Poderiam enxergar formas de exploração e de abusos que iriam criar indignação e revolta contra quem as pratica. Manter, portanto, um povo inteiro na cegueira é negócio para muitas instituições, governos, elites que se acham escolhidas para dirigir o ‘povinho analfabeto e ingênuo’. Hoje, assistimos à experiência de um cego, - uma pessoa com escassa consciência do seu valor, - que graças a Jesus começa a se enxergar, e a enxergar plenamente a realidade. O cego simboliza um povo/comunidade que começa a desmascarar as manipulações de todo tipo de autoridade. Os chefes religiosos e políticos não toleram que um ‘anônimo e amaldiçoado por Deus, nascido cego por castigo divino’ venha a tomar consciência do seu valor, e os enfrente com altivez. 
Mais que isso. Segundo os chefes a visão recuperada não poderia vir de Deus porque o seu curador, Jesus, a teria praticado em dia sábado, dia de repouso absoluto. Deus, segundo eles, não poderia permitir essa cura ao desrespeitar as normas que as próprias autoridades tinham criado. Para elas, abria-se um precedente perigoso. De fato, se mais pessoas começassem a enxergar que a religião era usada para manter cegas e cativas as pessoas para melhor dominá-las? O que seria dos privilegiados sacerdotes e das autoridades se o povinho começasse a perceber que em nome de Deus eles estavam negando direitos e pisando em suas dignidades? Seria o fim para eles, mas certamente seria o início de uma nova era para aquelas pessoas que se deixam libertar pela mensagem e prática de Jesus de Nazaré. Hoje, mais do que nunca precisamos abrir nossos olhos e mentes como cidadãos e homens e mulheres de fé, e desmascarar quantos estão produzindo trevas e cegueiras em nome de Deus e da Constituição que eles mesmos golpeiam na calada da noite! 

quinta-feira, 23 de março de 2017

Os irresponsáveis governistas aprovam a precarização do trabalho. BYE, BYE BRAZIL!

Com direito a patos infláveis no plenário, em uma sessão iniciadas às 11h e encerrada por volta das 20h30 desta quarta-feira (22), a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei (PL) 4.302, apresentado em 1998, que aprova a terceirização generalizada, em todas as atividades das empresas – inclusive na atividade-fim, o que a Justiça do Trabalho veda atualmente –, e também altera regras para o trabalho temporário. Uma decisão que influenciará o próprio projeto de reforma trabalhista enviado em 2016 pelo governo Temer. Foram 231 votos a favor, 188 contra e oito abstenções. Representantes governistas passaram o dia repetindo que a medida permitirá criação de empregos. Centrais, Dieese, oposição, representantes do Ministério Público e da Justiça do Trabalho sustentam o contrário: terceirização sem limites equivale a precarização e ameaça o emprego formal.

Para o imberbe procurador Dallagnol crime cometido fora da 'Petrobrás do PT' não precisa ser apurado! Poupe-me, por favor!

Ao ser questionado pelo jornalista Ricardo Boechat sobre quando o Ministério Público começará a pedir punições contra políticos tucanos, como o senador José Serra, acusado de receber R$ 23 milhões em uma conta secreta na Suíça, ou o senador Aécio Neves, acusado pela Odebrecht de receber propina de R$ 50 milhões, Deltan Dallagnol respondeu: "O PSDB não fazia parte da base aliada do governo do PT. Como o PSDB não fazia parte dessa base aliada, não foram indicadas pessoas do PSDB [para cargos] por exemplo como diretores da Petrobras. Não tem como achar na Petrobras corrupção de um diretor ou presidente até porque não existia diretores do PSDB";